15/03/2013 - Fátima Bernardes marca “Encontro” com Mastruz pra falar de forró

 

Se o assunto é forró, indiscutivelmente, o Mastruz com Leite tem bagagem musical para falar desse movimento cultural com propriedade. Esta unanimidade do grupo cearense instigou a produção do programa “Encontro” com Fátima Bernardes da TV Globo, a fazer o convite para a “banda mãe” comparecer ao Projac no Rio de Janeiro (RJ), ontem (14), para mostrar ao Brasil as diversas vertentes da dança nordestina, além da oportunidade de reviver alguns dos seus grandes sucessos. 

 


 

A participação do Mastruz aconteceu no último bloco do programa, reservado a pauta do forró. A apresentadora e jornalista, Fátima Bernardes, conduziu a conversa questionando de imediato a vocalista, Eryka Meyre, sobre a existência dos variados estilos do forró e pediu para a cantora dizer qual a característica principal da banda pioneira nesse contexto. Sem titubear e sem delongas, Meyre foi direto ao xeque-mate. “Somos um forró que costumamos dizer que, doí no pé de tanto dançar e doí no coração porque você se apaixona.”

 


 

Logo em seguida, a ex-apresentadora do Jornal Nacional pediu ao cantor-sanfoneiro, Neto Leite, demonstrar ao vivo na base da sanfona, da zabumba e do triângulo as diferenças do ritmo musical. Neto distinguiu o “Baião” tocando e cantando a clássica “Asa Branca” e foi com “Sala de Reboco” na sequencia, que ele mostrou as características originais do “Xote”, através dessas duas canções imortalizadas na voz de Luiz Gonzaga – o “Rei do Baião”. 

 


 

Além da presença de Eryka e Neto no estúdio G da Central Globo de Produção, o Mastruz com Leite contou ainda com a presença dos outros vocalistas, Ingridy Souza e Raynner Rylker – que cantou e tocou triângulo, além do reforço dos músicos, Artur César na zabumba e Lulu na sanfona. O grupo se despediu do programa animando os convidados, a plateia e os fãs na frente da TV, com um pout-pourri marcante com “Meu Vaqueiro, Meu Peão”, “Onde Canta o Sabiá” e “Forrobodó”.

 


 

Impossível foi ficar parado, ouvindo o suingue da música e o corpo se entregando ao compasso da dança. No desenrolar da apresentação, Fátima Bernardes entrou no clima do Mastruz e caiu no forró fazendo dupla com o apresentador, Lair Rennó. Ainda que fosse uma pequena participação na grade do programa, o Mastruz com Leite causou nessa ida ao “Encontro” uma ampla e impecável repercussão em rede nacional, mostrando que o “Mastruz será sempre Mastruz”. Ainda que fosse meia horinha de show, já seria um privilégio. Isso porque nem todo dia Zizi Possi canta Pedaço de mim, obra-prima de Chico Buarque para Ópera do Malandro, que ela gravou inicialmente, em dueto com ele, para o "long play" lançado pelo compositor em 1978.

Do mesmo modo, nem sempre é comum vê-la resgatando canções do tempo em que reinava nas FMs, caso de Asa morena e Caminho de sol, dois dos seus maiores sucessos do início dos anos 1980, ainda antes da fase menos comercial e mais erudita adotada por ela.